FANDOM


Methuselahpng

"Vocês são apenas meros insetos. Morram perante a mim!"
Metusalém

Introdução

Metusalém é um personagem notável em Interview with Kaziklu Bey. O misterioso acompanhante de Claudia Jerusalém, ele tem um imenso, oculto poder dentro dele.

Características

Nome: Nenhum

Apelidos: Metusalém; Ludwig van Rosenkranz, Lui

Idade: Tão velho quanto o conceito das trevas

Gênero: Assexuado, podendo tomar a forma do gênero que desejar, mas aparenta ser & costuma aparecer como Masculino

Espécie: Conceito Encarnado; Deus Antigo

Classificação: Perseguidor; Mistério da Noite

Obra: Dies Irae

Atributos

Classe: 3-C/1

Talentos: Características Físicas Sobre-Humanas, Regeneração (Rank B), Voo, Campos de Força, Pseudo-Onipresença, Imortalidade (Tipos 2, 8 e 9), Intangibilidade (Tipos 1, 5 e 7), Invisibilidade, Teleportação, Ressurreição, Magia, Manipulação da Escuridão, Manipulação da Realidade, Manipulação Conceitual, Manipulação da Alma, Manipulação do Medo, Manipulação da Gravidade, Manipulação Energética, Manipulação da Nulidade, Manipulação Material e Manipulação Temporal, Imunidade (Á Manipulação da Alma, Matéria e Venenos), Resistência (Mental, Conceitual, Existencial, Espacial, Mágica), Pseudo-Necromancia, extrema habilidade em combate, ignorar durabilidade.

Dimensionalidade: 3D

Ataque: Planetário (Seu movimento é capaz de conceitualmente esmagar o planeta; Um mistério da noite possui o poder da destruição de metade do planeta, e Metusalém possui incontáveis mistérios; Magna Voluisse Magnum foi explicitamente dita como capaz de destruir um continente, e ia destruir ainda mais do que isso, se fosse carregada ao seu poder total)

Velocidade: Mais rápido que a luz. Pseudo-Onipresente na sua forma abstrata (7.33c; Capaz de perfeitamente perceber e reagir á Schreiber e Beatrice, e de lutar contra Wilhelm em seu ápice; Quando não manifesta um corpo físico, ele existe em todos os lugares onde existem trevas)

Força de Elevação: No mínimo kN (Muito superior a Wilhelm na sua forma regular)

Defesa: Planetário (Pode usar seus mistérios da noite para bloquear ataques de potencial ofensivo semelhante ao dele; Ia resistir a força de seus próprios ataques; Além disso, conseguiu sobreviver por alguns segundos após ser atingido pela Longinuslanze Testament de Reinhard)

Vigor: Ilimitado (É a escuridão em si)

Alcance: Planetário, mas tecnicamente tem influência Universal

Inteligência: Muito Alta. Imensas capacidades de combate, ao ponto de espancar toda a LDO - exceto por Reinhard - com facilidade absurda, e possui profundo conhecimento do mundo, tendo visto tudo desde a criação do conceito da escuridão. Ele sabe de tudo sobre as almas e mentes dos homens, e de tudo que possui escuridão. Ele conhece tudo que definiu a escuridão, e sabe de tudo que faz parte dela.

Fraqueza(s): Um pouco superconfiante

Técnicas

Natureza das Trevas: O "corpo" de Metusalém, na realidade, nada mais é do que um avatar do seu "eu" real, que constitui toda a escuridão do mundo. A destruição deste não é nada mais do que uma dispersão temporária, e ele pode se reformar quando o seu "eu" real desejar. Para destruí-lo completamente, é necessário se dar um ataque conceitual extremamente poderoso, como o de Machina, ou dar golpes poderosos o suficiente para destruir os mistérios da noite. Cada mistério, para ser destruído, requer poder o suficiente para destruir metade do planeta, e Metusalém acumulou incontáveis deles, juntados de todas as noites que se passaram em todo o universo, ao curso dos decilhões, se não infinitos resets que Mercurius realizou.

  • Aura do Medo: Um poder passivo; Metusalém é a encarnação da escuridão, e de todo o medo que todos os seres do universo já sentiram da escuridão. Considerando que ele encarna o medo de incontáveis pessoas de decilhões de universos (A quantidade de vezes que Mercurius re-criou e re-começou o universo), tudo acumulado em um só ponto, ele tem uma aura extremamente destrutiva. Sua mera presença é capaz de tornar os mais resistentes seres, mentalmente falando, em loucos, em suicidas ou até mesmo de matá-los instantaneamente.
  • Colapso do Yin-Yang: O mero ato de se movimentar é perigoso, pois aonde Metusalém vai, toda a escuridão do mundo também segue. Caso ele não controle esse aspecto de sua natureza, o próprio planeta pode ser esmagado conceitualmente em um instante.

Máscara da Escuridão: Metusalém é capaz de tomar a forma de qualquer coisa que tenha natureza na escuridão, sejam elas morcegos, vampiros, ou até mesmo seres como Malleus Maleficarum, que utilizam a escuridão como a fonte de seus poderes.

  • Estacas: Metusalém é capaz de disparar estacas de escuridão pura, que possuem poder equivalente a cem mistérios da noite.
  • Presas: Metusalém cria presas imensas de escuridão, com a densidade de cem noites, e engolem o inimigo, capaz de sufocá-lo. Metusalém pode criar, literalmente, um tsunami de presas para engolir os inimigos.

Fantasmagoria de Katyn: Metusalém infunde magia nos corpos de cadáveres e forçosamente os controla, os erguendo e os comandando. Ao contrário de necromancia real, Metusalém não controla as suas almas, apenas seus corpos. Embora individualmente lerdos e fracos, em conjunto eles são capazes de dar trabalho até mesmo aos membros da LDO. Metusalém controla um total de 10.000 deles, e eles não possuem mente, nem alma, e se regeneram enquanto Metusalém existir.

Coração da Escuridão: Manipulando os cadáveres de criaturas inferiores como ratos e morcegos, Metusalém cria uma barreira ao redor do alvo que o encobre em escuridão. O alvo é forçado á re-viver e rever todos os seus pecados e atos malignos enquanto ele estiver ali dentro, torturando sua mente e alma. É praticamente impossível de se escapar dessa técnica sem ajuda externa, visto que Metusalém utiliza o próprio poder psico-espiritual do usuário contra ele mesmo.

Tomar Escuridão: Metusalém é capaz de controlar qualquer coisa que tenha natureza na escuridão, e técnicas inimigas não são exceção. Ele foi capaz de retirar todo o sangue de Wilhelm com casualidade, e controlar as sombras criadas por Rusalka.

Gloria Virtutem Tamquam Umbra Sequitur (Glória Segue a Coragem Como Se Fosse Sua Sombra): Metusalém cria uma barreira ao seu redor de natureza extremamente complexa, e qualquer ataque lançado nesta, não importando seu poder ou natureza (Podendo até ser um ataque de espécie conceitual), ele será sugado e será jogado de volta ao oponente a partir de qualquer fonte de escuridão, incluindo até mesmo a sombra do inimigo, com o ataque não perdendo sua potência.

Magna Voluisse Magnum (Os Grandes Desejaram por Grandeza): Metusalém manipula a escuridão, para que ela cubra o céu todo, o tornando completamente negro e obscuro, e então ele faz toda a escuridão abater-se sobre o solo, destruindo todo o continente, e possivelmente mais, se o ataque for carregado.

Nihili Est Qui Nihil Amat (Nada é o Que Nada Ama): Metusalém cria 500.000 barreiras individuais ao redor do oponente, que são temporalmente desconexas. Por causa de sua natureza físico-temporal, o oponente deve destruir cada barreira individualmente, pois o dano causado a uma barreira jamais se estende a outra, e elas só desaparecem depois de 1400 anos.

Nihil Difficile Amanti (Nada é Difícil Para Um Amante): Metusalém cria um pentagrama no chão, de alcance altíssimo, e este começa a girar rapidamente. Através de manipulação temporal, tudo dentro daquela área começa a envelhecer em centenas de bilhões de anos por segundo, essencialmente desintegrando tudo (Até mesmo almas) a pó.

Iniciar uma Discussão Discussões sobre Metusalém

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.